Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Bandidagem agrária

* Xico Graziano
Conheci o Zé Rainha em 1995. Parecia um líder verdadeiro, expoente da infantaria do MST. Tempos idealistas. Depois começou sua degradação moral. Agora, preso por corrupção, revela o lado obscuro da reforma agrária brasileira.

Alto, magro, parecido com Antônio Conselheiro, messiânico que comandou a resistência de Canudos, Rainha procurou-me no Incra para ajudá-lo a implantar um polo agroindustrial nas terras do Pontal do Paranapanema paulista. Ousado, o projeto fazia sentido. Financiamento de R$ 3,8 milhões atenderia 1.600 famílias assentadas na Gleba XV, em Teodoro Sampaio (SP).

Assim nasceu a Cooperativa de Comercialização e Prestação de Serviços (Cocamp). Além das instalações físicas, novos recursos permitiram ainda a compra de 42 tratores e vários caminhões, frota com a qual o líder barbudo desfilou pelas ruas da cidade cantando sua glória. Depois vieram o laticínio, as balanças e dois enormes silos de cereais. Tudo somado, R$ 8,5 milhões irrigaram essa boa ideia da reforma agrária cooperativada.

Passou um tempo. Em 1997, novamente recebi Zé Rainha em meu gabinete, agora na Secretaria de Agricultura paulista. Voluptuoso, demandava mais recursos, do governo do Estado, para sua obra. Propunha arrematar uma fecularia de mandioca perto de Presidente Prudente. Nesse momento comecei a desconfiar do seu caráter.

Carta do Cacique Mutua (dos Povos Xavantes) a todos os povos da Terra


O Sol me acordou dançando no meu rosto. Pela manhã, atravessou a palha da oca e brincou com meus olhos sonolentos. O irmão Vento, mensageiro do Grande Espírito, soprou meu nome, fazendo tremer as folhas das plantas lá fora. Eu sou Mutua, cacique da aldeia dos Xavantes. Na nossa língua, Xingu quer dizer água boa, água limpa. É o nome do nosso rio sagrado. Como guiso da serpente, o Vento anunciou perigo. Meu coração pesou como jaca madura, a garganta pediu saliva. Eu ouvi. O Grande Espírito da floresta estava bravo. Xingu banha toda a floresta com a água da vida. Ele traz alegria e sorriso no rosto dos curumins da aldeia. Xingu traz alimento para nossa tribo.

Mas hoje nosso povo está triste. Xingu recebeu sentença de morte. Os caciques dos homens brancos vão matar nosso rio. O lamento do Vento diz que logo vem uma tal de usina para nossa terra. O nome dela é Belo Monte. No vilarejo de Altamira, vão construir a barragem. Vão tirar um monte de terra, mais do que fizeram lá longe, no canal do Panamá.

Enquanto inundam a floresta de um lado, prendem a água de outro. Xingu vai correr mais devagar. A floresta vai secar em volta. Os animais vão morrer. Vai diminuir a desova dos peixes. E se sobrar vida, ficará triste como o índio.

Como uma grande serpente prateada, Xingu desliza pelo Pará e Mato Grosso, refrescando toda a floresta. Xingu vai longe desembocar no Rio Amazonas e alimentar outros povos distantes. Se o rio morre, a gente também morre, os animais, a floresta, a roça, o peixe tudo morre. Aprendi isso com meu pai, o grande cacique Aritana, que me ensinou como fincar o peixe na água, usando a flecha, para servir nosso alimento.

Se Xingu morre, o curumim do futuro dormirá para sempre no passado, levando o canto da sabedoria do nosso povo para o fundo das águas de sangue. Pela manhã, o Vento me levou para a floresta. O Espírito do Vento é apressado, tem de correr mundo, soprar o saber da alma da Natureza nos ouvidos dos outros pajés. Mas o homem branco está surdo e há muito tempo não ouve mais o Vento.

domingo, 26 de junho de 2011

“Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima”...

terça-feira, 21 de junho de 2011

O que o brasileiro pensa sobre dinheiro público na Copa

A Sport+Markt, empresa de pesquisa especializada nas coisas do esporte, ouviu 8221 brasileiros durante os primeiros dias deste mês para saber o país acha de investir dinheiro público em estádios de futebol.

A divulgação de todos os números, estado por estado do país, e cidade por cidade-sede da Copa do Mundo de 2014, será feita ainda hoje, mas o blog teve acesso a alguns números, bem interessantes.

De todo o universo pesquisado, 29,9% não tem opinião formada sobre o tema.

Mas apenas 25,4% concordam com o uso de dinheiro público em estádios, contra 44,7% que discordam.

Entre apenas os que têm opinião formada, a discordância aumenta significativamente, com 63,7%.

De novo no universo total, as maiores taxas de concordância, com 31%, se dão em Minas Gerais e no Rio Grande do Norte.

As menores no Amazonas e no Rio de Janeiro, com 17% e 14,7% respectivamente.

E a maiores taxas de discordância aparecem no Rio de Janeiro, 51,2% e no Rio Grande do Sul, com 52,1%.

No estado de São Paulo, 24,2% não tem opinião formada; 27,1% concordam e 48,7% discordam.

Entre os que têm opinião formada, na cidade de São Paulo, 60,2% discordam do uso de dinheiro público em estádios de futebol e, no estado, 64,2% não concordam

Pronunciamento Irretocável



Pronunciamento
(Do Senhor Deputado Chico Alencar, PSOL/RJ)
Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados e todo(a)s o(a)s que assistem a esta sessão ou nela trabalham:
Surgiu aqui uma poderosa líder de bancada multipartidária, a “deputada FIFA”.
Sua força é tanta que, junto com o “deputado COI”, ela conseguiu aprovar uma Copa flexível e uma Olimpíada heterodoxa.
Para esses megaeventos haverá o “Regime Diferenciado de Contratações Públicas”, facilitador das licitações.
Veja o quadro comparativo sobre como é uma licitação hoje (Lei 8.666) e como devem ficar as licitações da Copa e Jogos Olímpicos (RDC), se o aprovado – contra o nosso voto – na Câmara, na MP 527, for confirmado no Senado:
PROJETO
Lei 8.666: Exige projeto básico que detalha como será a obra em todas as fases, com licitação em cada etapa.
RDC: Governo pode licitar a obra sem projeto básico; contratado fica responsável pelos projetos, execução e entrega da obra.
CAPACIDADE
Lei 8666: Empresa tem primeiro de comprovar capacidade técnica para a obra; só depois apresenta a proposta financeira.
RDC: Governo julga os preços e só depois verifica se a empresa vencedora tem capacidade técnica para executar a obra.
INFORMAÇÃO
Lei 8.666: Valor estimado para a obra é publicado, para que empresas e órgãos de controle tenham acesso às planilhas a qualquer momento.
RDC: Valor estimado da obra pode ficar com carimbo de “sigiloso” e disponível “estritamente” aos órgãos de controle; não está claro a partir de quando e até quando.
VALORES
Lei 8.666: Valores a serem pagos à empresa são fixados antes da contratação, para que haja uma previsão exata dos gastos.
RDC: Remuneração pode ser variável, vinculada ao desempenho da contratada, o que torna o processo mais subjetivo e sujeito a desvios.
AUMENTO
Lei 8.666: Aumento no preço das obras são de no máximo 25% (50% para obras de reforma).
RDC: Valor do aumento fica ilimitado para que projetos se adequem a pedidos de organismos internacionais (FIFA e COI).
EXCLUSIVIDADE
Lei 8.666: É proibido restringir a licitação a uma marca específica.
RDC: Licitação pode indicar uma marca específica para aquisição de um produto.
CHAMADA
Lei 8.666: Em caso de desistência do vencedor, se o segundo colocado na licitação não aceitar realizar as obras no valor apresentado pelo primeiro, não poderá ser contratado.
RDC: o segundo colocado poderá ser contratado pelo valor apresentado por sua empresa na licitação.
Agradeço a atenção,
Sala das Sessões, 21 de junho 2011.
Chico Alencar

segunda-feira, 20 de junho de 2011

O Brasil e suas mazelas

É realmente de se indignar quando vemos reportagens como esta apresentada pelo Fantástico, no último domingo 19/06/2011. Médicos e dentistas fraudando plantões para receberem sem trabalhar é muito revoltante. Principalmente, quando sabemos da grande necessidade destes profissionais para a população em geral, e evidentemente, em especial, para a população mais carente.

Os hospitais públicos vivem, diariamente, sempre cheios de pessoas, que precisam de cuidados, por causa de suas enfermidades. No entanto, contrariando o que se espera de uma entidade, que é destinada a promover a recuperação das pessoas, estes hospitais, se tornaram "cabides de empregos", e objetos de desvio de verbas públicas da saúde, setor tão precário e tão carente de investimentos. O esquema cruel deixa a população sem atendimento médico.

Neste caso especificamente, “Se houvesse um controle efetivo, se constataria facilmente que a carga horária desenvolvida por essas pessoas é humanamente impossível. Nós temos aqui médico com 220 horas semanais”, afirma a promotora de Justiça Maria Aparecida Castanho. 

A semana - incluindo sábado e domingo - tem 168 horas. 

Já disse aqui, e volto a dizer: "A corrupção é o maior câncer do Brasil"! 

Veja reportagem completa aqui

sábado, 18 de junho de 2011

A resposta que calou os americanos!


Essa merece ser lida, afinal não é todo dia que um brasileiro dá um esculacho educadíssimo nos americanos!
Durante debate em uma universidade, nos Estados Unidos, o ex-governador do DF, ex-ministro da educação e atual senador CRISTÓVAM BUARQUE, foi questionado sobre o que pensava da internacionalização da Amazônia. O jovem americano introduziu sua pergunta dizendo que esperava a resposta de um Humanista e não de um brasileiro.

Esta foi a resposta do Sr..Cristóvam Buarque:

"De fato, como brasileiro eu simplesmente falaria contra a internacionalização da Amazônia. Por mais que nossos governos não tenham o devido cuidado com esse patrimônio, ele é nosso.

"Como humanista, sentindo o risco da degradação ambiental que sofre a Amazônia, posso imaginar a sua internacionalização, como também de tudo o mais que tem importância para a humanidade.

"Se a Amazônia, sob uma ética humanista, deve ser internacionalizada, internacionalizemos também as reservas de petróleo do mundo inteiro.O petróleo é tão importante para o bem-estar da humanidade quanto a Amazônia para o nosso futuro. Apesar disso, os donos das reservas sentem-se no direito de aumentar ou diminuir a extração de petróleo e subir ou não o seu preço."

"Da mesma forma, o capital financeiro dos países ricos deveria ser internacionalizado. Se a Amazônia é uma reserva para todos os seres humanos, ela não pode ser queimada pela vontade de um dono, ou de um país.

Queimar a Amazônia é tão grave quanto o desemprego provocado pelas decisões arbitrárias dos especuladores globais. Não podemos deixar que as reservas financeiras sirvam para queimar países inteiros na volúpia da especulação.

"Antes mesmo da Amazônia, eu gostaria de ver a internacionalização de todos os grandes museus do mundo. O Louvre não deve pertencer apenas à França.

Cada museu do mundo é guardião das mais belas peças produzidas pelo gênio humano. Não se pode deixar esse patrimônio cultural, como o patrimônio natural Amazônico, seja manipulado e instruído pelo gosto de um proprietário ou de um país. Não faz muito, um milionário japonês,decidiu enterrar com ele, um quadro de um grande mestre. Antes disso, aquele quadro deveria ter sido internacionalizado.

"Durante este encontro,

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Doutor é quem faz doutorado!

No momento em que nós do Ministério Público da União nos preparamos para atuar contra diversas instituições de ensino superior por conta do número mínimo de mestres e doutores, eis que surge (das cinzas) a velha arenga de que o formado em Direito é Doutor. 

A história, que, como boa mentira, muda a todo instante seus elementos, volta à moda. Agora não como resultado de ato de Dona Maria, a Pia, mas como consequência do decreto de D. Pedro I. 

Fui advogado durante muitos anos antes de ingressar no Ministério Público. Há quase vinte anos sou Professor de Direito. E desde sempre vejo "docentes" e "profissionais" venderem essa balela para os pobres coitados dos alunos. 

Quando coordenador de Curso tive o desprazer de chamar a atenção de (in) docentes que mentiam aos alunos dessa maneira. Eu lhes disse, inclusive, que, em vez de espalharem mentiras ouvidas de outros, melhor seria ensinarem seus alunos a escreverem, mas que essa minha esperança não se concretizaria porque nem mesmo eles sabiam escrever. 

Pois bem! 

Naquela época, ...

Mergulhador americano quer achar corpo de bin Laden

Bill Warren, mergulhador americano durante mergulho nas Bahamas
Bill Warren, mergulhador americano durante mergulho nas Bahamas (Reprodução/Youtube)
Um mergulhador americano vai procurar o corpo do líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, que foi lançado no Mar da Arábia pelos Estados Unidos depois que um comando americano atacou seu esconderijo em Abbottabad, no Paquistão, e o matou. A operação aconteceu em 1º de maio e foi revelada pelo presidente americano Barack Obama horas depois de sua conclusão.

Bill Warren disse que pretende, junto com uma equipe especializada em buscas, acabar com as especulações sobre a morte de bin Laden. "A principal razão é esclarecer de vez se bin Laden está morto ou não, e mostrar fotos e vídeos, algo que o governo americano não fez para o mundo e para os cidadãos americanos", disse o mergulhador à rede BBC.

Quando os Estados Unidos decidiram não divulgar uma foto do terrorista morto, surgiram especulações quanto à veracidade da morte do líder da Al Qaeda. "Eu tenho algumas dúvidas. Por que razão meu governo se negou a mostrar a foto do corpo? Pode ser que existam muitas provas, mas a maioria das pessoas com quem tenho conversado, de Londres a Moscou, não acredita que ele está morto", afirmou o mergulhador.

Amostras - Warren pretende localizar o corpo com ajuda de fontes de informações secretas. Segundo ele, alguns de seus amigos são soldados da Marinha, e eles estão tentando obter informações precisas sobre onde o corpo foi jogado. O mergulhador é especialista em buscar “tesouros” escondidos no mar e, por esse motivo, acredita que conseguirá encontrar o corpo de bin Laden.

"É possível. Já encontrei privadas, pneus... E o cadáver não está flutuando, está em um saco da Marinha dos Estados Unidos." Depois que achar o corpo, o mergulhador pretende tirar uma foto e fazer um vídeo do corpo, além de retirar amostras de seu cabelo para comparar com o de seus familiares na Arábia Saudita. De acordo com Warren, o governo americano não se opôs ao seu plano, mas também não entrou em contato com ele.

Eclipse lunar hoje!

A maioria dos brasileiros verá a Lua nascer eclipsada nesta quarta-feira, 15. O fenômeno ocorre quando o Sol, a Terra e a Lua estão alinhados, com nosso planeta no meio. A observação do fenômeno poderá ser feita com binóculos, lunetas e telescópios amadores. A olho nu, embora possível, a observação será dificultada pela sombra na Lua.

"Desta vez a Lua estará dentro do eclipse e vai estar nascendo e ao mesmo tempo que o sol estará se pondo. A Lua vai começar a ser visível quando já estiver eclipsada, então o grande desafio para os observadores será notar que a Lua já está lá. Ela vai estar bem apagada," avisa o astrônomo e professor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) Paulo Sérgio Bretones. Durante um fenômeno como este, a Lua ganha um tom avermelhado devido a refração da luz, mas dada as condições e horário em que ele ocorrerá no Brasil, a percepção da mudança na coloração do satélite precisará de mais atenção dos observadores.

As regiões que poderão observar o eclipse do início ao fim estão na África, no Oriente Médio, na Ásia e na Oceania. Norte-americanos não conseguirão ver o fenômeno e os europeus, assim como os brasileiros, só verão o fim. A última ocorrência de um eclipse como este, com o tempo de duração semelhante, foi em julho de 2000, de acordo com informação da Nasa.
Paulo Sérgio Bretones explica que o eclipse lunar desta quarta-feira se iniciará por volta das 15h22, o que significa que não será percebido no Brasil porque a Lua não terá nascido no horizonte. Por volta das 16h22 a Lua cheia estará totalmente coberta pela sombra da Terra. Em São Paulo, por exemplo, a Lua ficará visível por volta das 17h25, quando já estará eclipsada. Dois minutos depois, o Sol vai se por. Portanto, o satélite estará escuro, mas o crepúsculo ainda iluminará o céu por alguns minutos. Às 18h02 a Lua começará a deixar a sombra e às 19h02 ela estará novamente iluminada pela Sol.

Este é um dos dois eclipses lunares deste ano, mas o único que será visível para os brasileiros. O outro ocorrerá em dezembro. Além destes, teremos ainda dois eclipses solares, um em 1º de julho e outro em 25 de novembro. O próximo eclipse lunar que poderá ser visto no Brasil por completo está previsto apenas para setembro de 2015.

Fotografia
Como a observação do fenômeno será dificultada no Brasil, o professor Paulo Sérgio Bretones dá dicas de como fotografar o fenômeno e conseguir boas imagens do eclipse lunar. "Para fotografar o eclipse com câmera digital, pode-se fixá-la num tripé, em modo de foco infinito, paisagem ou cenário (landscape). Como se pode verificar o resultado da imagem obtida, é fácil experimentar o tempo de exposição durante o eclipse. Na fase de totalidade, pode-se usar sensibilidade de ISO 100 ou 200 e exposições entre 1s a 5s.

Também pode-se aumentar o ISO e diminuir o tempo de exposição," explica o astrônomo. "Para exposições depois da totalidade, geralmente a câmera consegue se adaptar as condições de luz automaticamente, bastando apertar o botão de disparo para efetuar a foto nesta fase. Para as câmeras com opções manuais, pode-se usar exposições rápidas de 1/350 a 1/125 com ISO 100 para aberturas pequenas como 1:5,6 ou 1:8. Em suma, pode-se utilizar mais de uma abertura e velocidade de disparo para garantir fotos de boa qualidade. Com a câmara fixa, apoiada em tripé, deve-se disparar manualmente em intervalos de três, cinco minutos ou mais."

"De qualquer forma, vale a pena reunir a turma, procurar um local alto e com o horizonte livre. Pode-se observar o pôr do Sol e tentar ver a Lua nascendo eclipsada, em contraste com a claridade do crepúsculo e ainda na sombra do nosso planeta. Com o passar do tempo, a Lua estará cada vez mais alta, irá saindo da sombra e voltará a estar cheia e totalmente iluminada pelo Sol," finaliza o pesquisador.


terça-feira, 14 de junho de 2011

Metáforas infelizes

{txtalt}
* Xico Graziano
A agricultura esteve em voga na política destes dias. Melhor dizendo, participou das conversas. Vejam que curiosas frases foram ditas:

Do senador Demóstenes Torres, em entrevista à revista Veja: "Vivemos em um momento crítico, de total submissão. No final das contas, o Congresso se comporta bovinamente".

Do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, questionado a respeito de sua posição atual sobre as drogas: "Só quem é burro não muda de opinião diante de fatos novos".

Do jovem Dayvini Nunes, dono do apartamento alugado pelo ex-ministro Antônio Palocci: "Eu não tenho como bater de frente com essas pessoas. Sou um laranja".

A alusão pejorativa à agricultura tem se tornado, há tempos, uma característica típica da oratória brasileira. Não se conhece outra nação onde a linguagem carregue tamanho preconceito contra o campo. Triste povo que, mesmo sem o perceber, achincalha seus agricultores.

A lista das figuras de linguagem depreciativas do mundo rural soa enorme. "Vá plantar batatas" é uma das mais antigas. Diz-se que a frase nasceu na época gloriosa de Portugal, quando a navegação e a pesca emprestavam prestígio à sociedade, restando desdém pela vida sofrida na agricultura. Tida como alimento vulgar, a solanácea calejava e sujava as mãos dos que a produziam.

Alimento básico da civilização inca, a batata encantou os colonizadores espanhóis, que logo a levaram para a Europa. O sucesso de sua aceitação leva muita gente a pensar que o alimento tem origem alemã. Uma das razões decorre do fato de que, em 1740, Frederico II, o Grande, baixou norma obrigando seus súditos na Alemanha a consumirem batatas para enfrentar a constante ameaça da fome. Ainda hoje, sobre seu túmulo, no Palácio de Sans-Souci, depositam-se batatas para lembrar o gesto pátrio.

Nem sempre facilmente se explica a origem das metáforas negativas utilizadas com gêneros agrícolas. A própria batata, que mereceria uma homenagem, serve ao desabono.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Homenagem ao poeta Fernando Pessoa

Fernando António Nogueira Pessoa nasceu em Lisboa, no dia 13 de junho de 1888. Dentre suas muitas carreiras, além de poeta e escritor, Pessoa foi jornalista, comerciante, tradutor, editor, crítico literário e ativista político. Sua ampla atuação em diversas profissões também refletia em sua obra. Pessoa é reconhecido por se desdobrar em múltiplas personalidades, chamadas de heterônimos. Os mais famosos são Álvaro de Campos, Ricardo Reis e Alberto Caeiro.
Reconhecido como um dos maiores poetas e escritores da língua portuguesa e da literatura universal, Pessoa deixou uma vasta obra de poemas,livros, anotações em várias línguas. Faleceu em 30 de novembro de 1935, devido a cirrose hepática. Sobre a morte, escreveu:
Se depois de eu morrer, quiserem escrever a minha biografia,
Não há nada mais simples.
Tem só duas datas - a da minha nascença e a da minha morte.
Entre uma e outra todos os dias são meus.

(Fernando Pessoa/Alberto Caeiro; Poemas Inconjuntos; Escrito entre 1913-15; Publicado em Atena nº 5, Fevereiro de 1925.)

*Com supervisão de Klaus Junginger

Vaca clonada argentina produzirá leite igual ao humano!

Um instituto argentino anunciou a criação da primeira vaca clonada transgênica que incorpora genes humanos com o objetivo de produzir leite com propriedades nutritivas semelhantes às do leite materno.

"A vaca clonada, que se chama Rosita ISA, é o primeiro bovino a obter genes humanos incorporados ao seu código genético, que são capazes de codificar as proteínas presentes no leite materno", disse o INTA (Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária) por meo de um comunicado.

A vaca foi apresentada em teleconferência com a Casa Rosada, sede do governo argentino, onde a presidente Cristina Kirchner disse ter rejeitado a "homenagem" de ter a vaca batizada com seu nome.
"Vieram me dizer que o nome seria Cristina, mas que mulher gostaria de ter seu nome numa vaca? Por isso me pareceu mais apropriado que a batizassem de Rosita", disse a presidente.

Rosita ISA nasceu em 6 de abril, por cesariana, devido ao seu peso excessivo (45 kg). "Geralmente os bovinos da sua raça (Jersey) não passam de 22 kg", divulgou o instituto.
"O objetivo é elevar o valor nutritivo do leite bovino pela produção da proteína lactoferrina [é antibacteriana e antiviral] e da lisozima [também atibacteriana]", disse em entrevista a jornalistas Adrián Mutto, um dos pesquisadores.

A clonagem realizada pelo INTA teve a participação da Universidade Nacional de San Martín.

Fonte: Folha.com

Homenagem ao Santo Antônio

13 de junho é o dia de Santo Antonio. Padroeiro dos pobres, santo casamenteiro ou dos objetos perdidos. A sua classificação vai depender de quem o invoca. Talvez uma pessoa com necessidades financeiras não queira o mesmo "milagre" que aquela sua tia solteirona. Mas, talvez, Santo Antonio seja mais famoso por seu poder de casar as pessoas. Em homenagem a este dia, aqui vão algumas simpatias para quem procura ou quer preservar um amor:

Para arrumar um(a) namorado(a) 
Logo na manhã do Dia dos Namorados, véspera de Santo Antonio, compre um metro de fita azul de qualquer largura e escreva nela o nome completo da pessoa amada. À noite, conte 7 estrelas no céu, sem apontar, e faça um pedido ao santo para que ele ajude você a conquistar o coração dessa pessoa. No dia seguinte, amarre a fita nos pés da imagem de Santo Antonio e deixe lá, até conseguir arranjar uma pessoa para namorar. 

Para que o seu amor volte
Compre um pedaço de papel vermelho, escreva nele o nome da pessoa que você ama e quer que volte. Pegue uma foto dela e a cole no papel. Num vaso transparente, coloque meio litro de água benta e sete botões de rosa vermelha. Vá até uma igreja que tenha a imagem de Santo Antônio, coloque o vaso no altar. Em sua casa, acenda sete velas brancas, juntamente com a fita vermelha de papel com a foto, ofertando-as ao santo e pedindo pela volta do seu amor. 

Para nunca perder a pessoa amada 
Pegue fotografias sua e da pessoa amada, de corpo inteiro, passe cola nas faces das duas e coloque-as uma de frente para a outra, enrolando um retrós de linha vermelha, em cruz, até o final. Cole-as, em seguida, no verso do quadro com a imagem de Santo Antônio, colocando-o na parede do seu quarto, acima da cabeceira de sua cama. Toda manhã, quando se levantar, e à noite, quando for se deitar, olhe para os olhos do Santo e mentalize seu amor e você, unidos para sempre pela influência de Santo Antônio. 

Para saber se irá se casar
Essa é uma curiosidade de toda mulher que atinge a idade de se preocupar com relacionamentos, amor e paixão. Saber se vai se casar logo ou não é uma expectativa muito interessante. Se você tem essa curiosidade, faça a seguinte simpatia, uma das mais tradicionais para o assunto. 
Na véspera do dia de Santo Antônio, compre um copo branco e, à meia noite, coloque água. Quebre um ovo galado dentro do copo, com cuidado, para não arrebentar a gema. Deixe no sereno por toda noite. No outro dia, antes do sol nascer, pegue o copo e observe. Se estiver coberto por uma névoa branca você se casará antes do dia de Santo Antônio do próximo ano. 

Para ser pedida em casamento
Pegue uma fita vermelha e use-a no sutiã, entre os seios, por sete dias. Após esse prazo, coloque-a dentro de um envelope, lacre-o e coloque-o no altar de Santo Antônio. Reze ao santo pedindo que realize seu desejo, depois acenda uma vela de sete dias.
Para quem acredita e tem mesmo essa vontade de casar, boa sorte!
Fonte:http://ruadeflores.blogspot.com/2010/06/13-de-junho-e-o-dia-de-santo-antonio.html

domingo, 12 de junho de 2011

Poema Dia dos Namorados

Mensagem - Foto
Só por hoje ...

Hoje não dá pra dizer
O que dizemos nas brigas,
Nem dar atenção a intrigas
Que venham nos abater.

Hoje não dá pra falar
Dos defeitos que enxergamos,
Dos outros que nós amamos,
Nem podemos comparar.

Hoje provamos da paz,
Deixamos danos largados.
Ressentimento fugaz
Mandamos para outros lados.

Vivamos o que nos traz
O Dia dos Namorados!

(Autor desconhecido)

sábado, 11 de junho de 2011

Animais também têm o hábito de 'pagar impostos'!

Nestes dias taxados, onde nos tornamos uma nação insolentemente bipartidária de reclamões, convencidos de que estamos oferecendo à Receita Federal nosso sangue, suor e leite materno, nossa libra de carne e nosso primogênito, talvez seja a hora para um pouco de perspectiva.
Foto: Serge Bloch/NYT

Legiões antes de nós entregaram todos esses itens e muito mais aos cofres públicos, e não só metaforicamente. Benjamin Franklin estava certo ao associar o pagamento de impostos a um comportamento profundamente orgânico, como morrer. Acontece que dar uma parte dos lucros pessoais para o bem da tribo é uma característica tão onipresente na raça humana que alguns pesquisadores a consideram crucial ao sucesso de nossa espécie. 

Além disso, muitos animais não-humanos também praticam essa mesma arte, exigindo que indivíduos doem parte de seu alimento, trabalho, conforto ou fertilidade pessoal para o privilégio do relacionamento em grupo. E assim como o IR depende tanto da ameaça de auditoria quanto do senso de responsabilidade cívica das pessoas, outras espécies coletoras de impostos asseguram a adesão ao compartilhamento usando rápidas punições contra a sonegação.

Por exemplo, Marc Hauser, da Universidade de Harvard, descobriu que quando um macaco reso sai em busca de alimento e se depara com uma fonte de comida de qualidade especialmente boa, como, digamos, um cacho de cocos maduros, espera-se que o macaco envie um chamado especial de comida para alertar seus companheiros da descoberta. "O lado ruim de fazer um chamado de comida é que os outros chegarão e levarão parte do alimento", disse Laurie R. Santos, que estuda os primatas na Universidade de Yale. Mesmo assim, um macaco que escolhesse ficar calado a respeito da descoberta poderia ter um destino pior. Se outros membros do grupo passarem por ali enquanto acontece o banquete particular, eles não só reclamarão a comida para eles, mas o mais dominante entre eles também espancará raivosamente o trapaceiro. 

Nem todos estão sujeitos a ataques de macacos gigantes. Machos adolescentes que se transferiram recentemente ao grupo não são obrigados a emitir alertas de comida. Eles ainda estão em período de teste, e somente ao receber a cidadania completa eles terão de cumprir seus deveres. 

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Populacão alérgica a naftalina lota pronto-socorros em dia de Vasco campeão

foto
O Vasco foi campeão e os torcedores estão muito felizes por isso. Mas quem não divide a paixão pelo clube cruz-maltino está tendo uma quinta-feira para esquecer. Mais de cinco mil pessoas alérgicas a naftalina deram entrada hoje em pronto-socorros de todo o Brasil.
“Isso é um absurdo. Essas empresas de materiais esportivos ficam inventando novos tecidos mas não inventaram ainda um jeito de torcedores de que não ganham nada guardarem suas camisas durante 15, 20 anos sem naftalina”, disse um médico do hospital Miguel Couto.

Eduardo e Mônica ganharam um belíssimo vídeoclipe

Homenagem da VIVO para o Dia dos Namorados... Achei fantástica!!! Vale a pena ver mais uma vez...

quarta-feira, 8 de junho de 2011

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Hoje é meu aniversário!


Hoje é o dia do meu aniversário.
Solto balões coloridos
Muitos, grandes e alegres
Que eu espero cheguem aos céus.
Dentro de cada um
Segue um pedido especial
São vários pedidos
Saúde, pra mim e para os que amo,
Para minha família, para meus amigos
E até para os que não simpatizam comigo.
Seguem também pedidos de esperança.
Não só pra mim, mas para o mundo!
Peço também brilhos nos olhares
E que mais e mais pessoas
Não se esqueçam de sonhar.
Peço anjos a voar
Ao meu lado e ao lado das pessoas
Que me são muito especiais e queridas.
Mas também tenho muito que agradecer.
Agradeço por ouvir sempre pássaros cantando,
Ver o sol brilhando,
Olhar e ouvir o som do mar,
Ver sorrisos de felicidade
Em adultos e crianças.
Agradeço
Por ter força, garra e criatividade
Para executar o meu trabalho.
Agradeço por ter pais lindos
Companheiros perfeitos para minha jornada.
Essa jornada maluca
Que é a Vida!
Agradeço pelos amigos verdadeiros que tenho
E que enchem minha vida de carinho
Atenção, companheirismo e amizade.
Agradeço por ter saudade
Sinal que vivi momentos maravilhosos
E que estão marcados pra sempre
Em minha vida.
Mais um dia em minha vida
Mais um, de muitos que ainda virão.
E que eu esteja sempre pronta
Para o que der e vier,
E que venham.....
Sonhos
Amigos
Carinhos
Trabalhos
Saúde
Sucessos
Alegrias
Felicidade e
Amor.........
Não há idade certa para festejar a vida.
Para amar também não.
E para ser feliz
A idade certa é hoje...é agora!!!


(Autor desconhecido)

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Especialistas em urânio vêm ao Brasil estudar o Palocci enriquecido

A ONU vai enviar cientistas especialistas em Urânio ao Brasil para investigar o Palocci enriquecido. O governo brasileiro vem resistindo à medida, alegando que o enriquecimento de Palocci tem fins pacíficos e não é necessário investigação. O alto-comissariado da ONU, porém, teme pelos efeitos colaterais. “Ele multiplicou seu patrimônio por 20 em quatro anos. Se ele continuar crescendo nesse ritmo, em dez anos terá todo o dinheiro do planeta”, disse um técnico que participará da missão.


Leia mais notícias do gênero:
Governo pede beatificação de Palocci
Oposição investiga como Palocci ganhou tanto dinheiro mesmo tendo a língua presa

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Postagens populares: